São Gonçalo. RJ Cel: (21) 998203382 E-mail: sinagogabeitmiklat@gmail.com

A Santidade do Shabat (Sábado)

קדושת שבת

A santidade do Shabat


אַשְׁרֵי אֱנוֹשׁ יַעֲשֶׂה־זֹּאת וּבֶן־אָדָם יַחֲזִיק בָּהּ שֹׁמֵר שַׁבָּת מֵחַלְּלוֹ:

"Feliz o homem que faz isto e o filho do homem que nisto se fortalece; aquele que guarda o Shabat (Sábado) para não o profanar." (Isaías 56:2)

A santidade do Shabat
(Sábado) consiste em saber diferenciá-lo dos demais dias da semana, já que a linguagem "lecadeshô" - para santificá-lo - sempre se refere a algo que está mais elevado, distinto. Esta diferenciação se faz notar quando, no Shabat, vestimo-nos de forma diferente e nossas refeições são distintas (mais honradas). Isto no que se refere ao corpo. No que tange à alma, a distinção está no fato de que nos desligamos dos afazeres comuns do dia a dia, dedicamo-nos ao estudo da Torá e refletimos profundamente acerca dos feitos da Criação.


O quarto dos Dez Mandamentos (Êxodo 20:8) diz:

זָכוֹר אֶת־יוֹם הַשַּׁבָּת לְקַדְּשׁוֹ

"Lembra-te do dia de Shabat para santificá-lo"

Portanto, devemos lembrar todos os dias a santidade do Shabat, e a sua superioridade sobre os outros dias comuns da semana. Assim sendo, o Kitsur Shulchan Aruch (siman 72, seif 1) declara:

שַׁבָּת קֹדֶשׁ הוּא הָאוֹת הַגָּדוֹל וְהַבְּרִית, שֶׁנָּתַן לָנוּ הַקָּדוֹשׁ בָּרוּךְ הוּא, לָדַעַת כִּי בְּשֵׁשֶׁת יָמִים עָשָׂה ה' אֶת הַשָּׁמַיִם וְאֶת הָאָרֶץ וְכָל אֲשֶׁר בָּהֶם וְשַׁבָּת בַּיּוֹם הַשְּׁבִיעִי, וְהוּא יְסוֹד הָאֱמוּנָה. וְאָמְרוּ רַבּוֹתֵינוּ זִכְרוֹנָם לִבְרָכָה, שְׁקוּלָה שַׁבָּת כְּכָל הַמִצְוֹת. כָּל הַמְשַׁמֵּר אֶת הַשַׁבָּת כְּהִלְכָתוֹ, כְּאִלּוּ מְקַיֵּם כָּל הַתּוֹרָה כֻּלָּהּ (...) וְכֵן הוּא אוֹמֵר בְּעֶזְרָא, וְעַל הַר סִינַי יָרַדְתָּ וְגוֹ' וַתִּתֵּן לָהֶם מִשְׁפָּטִים יְשָׁרִים וְתוֹרוֹת אֱמֶת וְגוֹ', וְאֶת שַׁבָּת קָדְשְׁךָ הוֹדַעְתָּ לָהֶם

O sagrado Shabat é o grande sinal e a aliança que o Santo, bendito seja Ele, estabeleceu conosco para tormarmos conhecimento de que os céus e a terra e tudo o que existe neles foram criados em seis dias e que Ele repousou no sétimo dia. Esse conhecimento é um alicerce da nossa fé. Nossos mestres, de abençoada memória, disseram: 'O Shabat equivale a todos os preceitos' (Talmud Yerushalmi Nedarim 3). 'Aquele que respeita apropriadamente o Shabat é como se tivesse cumprido toda a Torá' (Zôhar, Beshalach 47). (...) Isto é deduzido da frase de Ezra (Neemias 9:13-14): 'Sobre o monte Sinai desceste, e outorgaste a Teu povo Torá e preceitos, e o Teu santo Shabat os fizeste saber

Qual a recompensa da Torá para aqueles que guardam o Shabat? Ele continua (ibid., seif 3):

לְפִיכָךְ מְשַׁבֵּחַ הַנָּבִיא וְאוֹמֵר, אַשְׁרֵי אֱנוֹשׁ יַעֲשֶׂה זֹאת וּבֶן אָדָם יַחְזִיק בָּהּ שׁוֹמֵר שַׁבָּת מְחַלְּלוֹ וְגוֹ' וְכָל הַשּׁוֹמֵר אֶת הַשַׁבָּת כְּהִלְכָתוֹ וּמְכַבְּדוֹ וּמְעַנְּגוֹ כְּפִי כֹּחוֹ, גַּם כֵּן מְפֹרָשׁ עַל פִּי הַנָּבִיא שְׂכָרוֹ גַּם בָּעוֹלָם הַזֶּה, חוּץ מִן הַשָּכָר הָרַב הַצָּפוּן לָעוֹלָם הַבָּא, שֶׁנֶּאֱמַר, אִם תָּשִׁיב מִשַׁבָּת רַגְלֶךָ עֲשׂוֹת חֲפָצֶךָ בְּיוֹם קָדְשִׁי, וְקָרָאתָ לַשַׁבָּת עֹנֶג לִקְדושׁ ה' מְכֻבָּד, וְכִבַּדְתּוֹ מֵעֲשׂוֹת דְּרָכֶיךָ, מִמְּצוֹא חֶפְצְךָ וְדַבֵּר דָּבָר, אָז תִּתְעַנַּג עַל ה', וְהִרְכַּבְתִּיךָ עַל בָּמֳתֵי אָרֶץ, וְהֶאֱכַלְתִּיךָ נַחֲלַת יַעֲקֹב אָבִיךָ כִּי פִּי ה' דִּבֵּר (רמב"ם שָׁם)

Essa é a razão para o profeta referir-se de maneira tão elogiosa, dizendo: 'Feliz é a pessoa que cumpre isso e o homem que o mantém, guardando firmemente o Shabat para não profaná-lo' (Isaías 56:2). A recompensa de quem cumpre o Shabat também foi claramente explicada pelo profeta - tanto a desse mundo, como a que está reservada para o mundo vindouro - conforme foi dito: 'Se desviares do Shabat o teu pé, e deixares de prosseguir nas tuas empresas no Meu santo dia; se ao Shabat chamares deleitoso, ao santo dia do Eterno, digno de honra; se o honrares, não seguindo os teus caminhos, nem te ocupando nas tuas empresas, nem falando palavras vãs; então te deleitarás no Eterno, e Eu te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e Te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do Eterno falou' (Isaías 58:13-14)

Por isso, até mesmo uma pessoa com pouca condição financeira deve esforçar-se para celebrar com prazer o Shabat. Ela deve economizar durante a semana para sobrar dinheiro para ser usado no seu conforto em honra do Shabat.

Mesmo se a situação estiver muito difícil, em honra ao Shabat, a pessoa deve utilizar os melhores utensílios de sua casa, bem como a melhor roupa, e assim por diante. Pois que todo aquele que santifica o Shabat senta-se como rei na mesa de Kidush (santificação).


Outro aspecto fundamental, é percebermos um verso curioso da Torá:

שֵׁשֶׁת יָמִים תֵּעָשֶׂה מְלָאכָה וּבַיּוֹם הַשְּׁבִיעִי יִהְיֶה לָכֶם קֹדֶשׁ שַׁבַּת שַׁבָּתוֹן לַיהוָה

Seis dias se trabalhará, mas o sétimo dia vos será santo, Shabat de descanso solene ao Eterno; (Êxodo 35:2)

E aprendemos dos Salmos (90:4) que para D'us um dia é como mil anos. Dessa forma, podemos interpretar tal verso de Êxodo como que D'us determinando o período em que o homem estaria trabalhando na terra, e também o período do seu descanso. Isto é, os seis dias de trabalho são os seis mil anos que temos neste mundo para cumprirmos nossa missão. E o dia de Shabat representa o Milênio da Era Messiânica, em que nosso Rei Yeshua estará reinando desde Jerusalém para o mundo todo. Nessa comparação, vemos a relação que cada Shabat tem com o grande Shabat (Shabat HaGadol - o milênio), como sendo uma sombra do porvir.
Percebendo isso, os Sábios declararam (Brachot 57b):

שבת אחד מששים לעולם הבא

O Shabat é a sexagésima parte do Mundo Vindouro

Assim sendo, vemos que cada aspecto do Shabat terreno, em verdade, é um grande reflexo do Shabat HaGadol (O grande Sábado - milênio).
E disso, podemos extrair muitas coisas sobre a nossa forma de agir no dia de Shabat: assim como o Milênio virá com grande honra, também devemos receber com grande honra o dia de Shabat. Assim como o Mashiach Yeshua vem com grande poder e glória, assim também, devemos preparar de forma especial os nossos corações e almas para receber o Mashiach Yeshua na nossa mesa de Kidush, e assim por diante.
O Shabat é considerado como "lev hamitsvot" – o coração dos mandamentos. Assim como o coração é um órgão vital no corpo humano, assim o cumprimento do Shabat é importante e vital no contexto das mitsvot. E por quê?
Por que o Shabat é o centro da semana para aquele que o guarda. Por isso, no Shir Shel Hayom (Cântico Diário), contamos os dias da semana da seguinte forma: "hoje, se passaram ______ dias do Shabat...", ou seja, a nossa vida gira em torno do Shabat. Isso é um dos significados espirituais da Menorá (candelabro de seis braços), em que as chamas dos seis adjacentes apontam para a chama central (que simboliza o Shabat).
Portanto, vemos que o Shabat é como a "espinha dorsal" do tempo, em que tudo gira em torno dele. Esse é o sentido em que Yeshua se utiliza:

כי בן האדם הוא גם אדון השבת

Pois até do Shabat o Filho do Homem é Senhor (Mateus 12:8)

Porque o Shabat é a "espinha dorsal" tão somente do tempo; enquanto o Filho do Homem é a "espinha dorsal" de toda a Criação, pois tudo gira ao seu redor.
Da mesma forma, o Templo é a "espinha dorsal" tão somente do serviço Divino; enquanto Yeshua engloba todas as bases da Criação nele mesmo. Desse modo ele proclama:

כי יש פה גדול  מן המקדש

aqui está o que é maior do que o Templo (Mateus 12:6)

Em suma, ao refletirmos sobre o dia de Shabat constatamos que não somente D'us o santificou, abençoou e separou de todos os outros dias e épocas festivas, como também o muniu de inúmeros aspectos espirituais! Fazendo dele um grande presente, uma verdadeira pérola para aqueles que procuram fazer a vontade do nosso D'us, através do Senhor Yeshua!

.................................. Shemuel ben Avraham (Marcos)
Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Ultimos Estudos

TSEDACÁ - Um conceito judaico ...

TSEDACÁ - Um conceito judaico - צדקה                 Desde a época do Beit hamikdásh -Templo Sagrado, era visível para os judeus que ...

Curso Zayt - קורס זית

Curso Zayt  - קורס זית
Aprenda Hebraico conosco!

"Honra teu pai e tua mãe."

"Honra teu pai e tua mãe."

Postagens

Seguidores

Total de visualizações

Arquivo do blog

Assista ao Serviço

"Se eu esquecer de ti, ó Jerusalém..."

"Se eu esquecer de ti, ó Jerusalém..."

Refutação ao video - Ieshua NÃO É o Mashiach!

Refutação aos inimigos de Yeshua

Parashá - פרשה

שיעור - Sukót e suas riquezas...

Mensagem - דברי תנ"ך

Rosh Luciano/Mensagem ... דברי תנ"ך

Ele Vive..!!! הוא חי

Ele Vive..!!!   הוא חי
Yeshua o Messias ressuscitou!

Memórias ... זכרונות

אם אין אני לי מי לי
וכשאני לעצמי מה אני
ואם לא עכשו אימתי ... י

"Se eu não for por mim, quem será por mim?
Se eu for só por mim, o que sou eu?
E se não for agora, então quando?
Rabi Hilel - Pirkê Avot 1:14.

Sempre elevados na Tefilá-oração ...

Sempre elevados na Tefilá-oração ...
"Por essa razão, desde o dia em que o ouvimos, não deixamos de orar por vocês e de pedir que sejam cheios do pleno conhecimento da vontade de Deus, com toda a sabedoria e entendimento espiritual." (Colossenses 1:9)